Compartilhar este conteúdo:
Publicado em 28/01/2018

Estimulador de ovulação, qual os mais potentes para engravidar?

Estimulador de ovulação é uma droga usada em mulheres que são inférteis por anormalidades da ovulação.

 Eles tornam possível estimular vários oócitos durante o mesmo ciclo.
Dependendo das drogas usadas, elas atuam no nível "central", isto é, no nível da glândula pituitária, ou no nível "periférico", isto é, diretamente no nível do ovário.
A indução da ovulação é feita em várias etapas, estimulação dos ovócitos e, se necessário, desencadeamento da ovulação.

Estimulador de ovulação, qual é o mais potente?

O citrato de clomifeno (Clomid) é o medicamento de primeira linha mais comumente usado. Por ter um efeito antiestrogênico no muco do colo do útero, é freqüentemente associado ao estrogênio em pequenas doses.

É usado em distúrbios da ovulação. É menos eficaz em caso de amenorréia.
As respostas podem ser de 3 tipos: ausência de resposta ou simples secreção de estrogênio pelo ovário, mas sem ovulação ou ovulação.


A ovulação ocorre em um momento imprevisível, muito cedo ou até 18 dias depois de tomar o medicamento. Isso explica que é necessário "enquadrar" esse período pelo intercurso sexual.
Podem existir efeitos colaterais: ondas de calor, visão turva, moscas na frente dos olhos, náusea, dor de cabeça. Estes sinais são muito variáveis ​​dependendo da pessoa, sem qualquer gravidade e desaparecem quando o tratamento é interrompido.
Recomenda-se não continuar com esse tratamento por mais de 6 ciclos seguidos.
Somente em caso de falha, será preciso à estimulação hormonal por injeção intramuscular.

Compartilhar este conteúdo:

Tratamento para ovular, 4 opções de tratamento super eficazes!

Compartilhar este conteúdo: facebook twitter google+ ...
Ler mais

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *