Vitamina E ajuda na fertilidade? Sim, saiba como aqui!

É verdade que a vitamina E ajuda na fertilidade? Sim, sem vitamina E, o corpo não pode se reproduzir. Um estudo realizado em 1922 mostrou que os ratos cuja dieta era desprovida de vitamina E tornou-se inférteis.
Uma vez que eles receberam o óleo de germe de trigo (rico em vitamina E) como parte de sua dieta, a fertilidade dos ratos (machos e fêmeas) foi restaurada.
 
Hoje, a vitamina E é considerada essencial para proteger e melhorar a saúde celular. Cada parte do corpo é composta de trilhões de células, incluindo os órgãos reprodutivos, o óvulo e o espermatozoide.
 
Alfa-tocoferol é o nome químico da forma mais ativa da vitamina E. O termo tocoferol deriva das palavras gregas tokos, que significa “prole”, e phero, que significa “suportar”. Tocoferol significa literalmente "ter filhos". Claramente a vitamina E é essencial para uma fertilidade saudável.
 

Como a vitamina E ajuda a fertilidade?

 
A vitamina E ajuda na fertilidade principalmente porque atua como um antioxidante, protegendo as membranas celulares dos danos oxidativos. Mostrou-se ser especialmente eficaz para proteger as células nervosas, as células vermelhas do sangue e a função do sistema imunológico, auxiliando na prevenção e cura de distúrbios neurológicos, doenças virais crônicas e anemia.
 
A vitamina E é incorporada na parte lipídica (gordurosa) da membrana celular, onde estabiliza e protege a membrana celular de compostos tóxicos, incluindo chumbo, mercúrio e outros metais pesados; compostos tóxicos tais como benzeno, tetracloreto de carbono, solventes de limpeza (todos os desreguladores endócrinos conhecidos); medicamentos; radiação; e radicais livres. Isto é especialmente importante para o equilíbrio hormonal, bem como para a saúde celular, pois compostos tóxicos são extramente prejudiciais para fertilidade de homens e mulheres.
 
A deficiência de vitamina E é rara, mas existem algumas condições em que níveis baixos são comuns:
  • Doença celíaca
  • Fibrose cística
  • Bebês prematuros
  • Anemia falciforme e distúrbios de glóbulos vermelhos semelhantes
  • Doença da mama fibrocística
  • Espessura aumentada para o forro uterino fino

Um estudo publicado pela Fertility and Sterility em abril de 2010, mostrou que a suplementação de vitamina E pode ajudar no aumento da espessura do endométrio em mulheres com revestimento uterino fino <8mm.
 
Os pesquisadores queriam ver se esses suplementos poderiam aumentar o fluxo sanguíneo da artéria radial uterina. Os resultados mostraram que a vitamina E administrada a 600 mg por dia aumentou em 52% das pacientes a espessura endometrial.
 

Vitamina E Melhora saúde e motilidade dos espermatozoides, redução do aborto espontâneo

 
Estudos mostraram que a vitamina E também aumenta a saúde e a motilidade dos espermatozoides. Em um estudo, foi demonstrado que a motilidade espermática, a porcentagem de espermatozoides vivos e a porcentagem de espermatozoides normais aumentaram com a suplementação diária de vitamina E e selênio.
O estudo mostrou que os espermatozoides dos ratos machos tornaram-se imóveis e os ratos fêmeas tiveram uma taxa mais alta de abortos espontâneos do que os ratos que não tinham deficiência de vitamina E. Os ratos receberam então óleo de germe de trigo, que é rico em vitamina E e sua fertilidade foi completamente restaurada.
 

A vitamina E ajuda no Metabolismo Glucoso Aprimorado e Atividade de Insulina para SOP e Diabetes

 
O estresse oxidativo é uma grande preocupação para as mulheres que estão tentando engravidar e têm SOP ou diabetes resistente à insulina. A suplementação de vitamina E tem demonstrado melhorar a ação da insulina nessas mulheres. Um estudo mostrou que os não-insulínicos, diabéticos saudáveis que tomaram 1.310 UI de vitamina E por 4 meses, melhoraram a tolerância à glicose e a sensibilidade à insulina.
 
A conclusão dos pesquisadores foi que a suplementação de vitamina E reduz o estresse oxidativo, melhorando as características físicas da membrana celular e atividades relacionadas ao transporte de glicose. Fale com seu médico antes de usar vitamina E em níveis mais altos como parte de um plano de controle do diabetes.

 

A vitamina E ajuda na Redução dos sintomas da TPM e da doença fibrocística das mamas

 
Vários estudos clínicos foram realizados sobre a suplementação de vitamina E (alfa-tocoferol) para a redução da doença fibrocística da mama e da síndrome pré-menstrual (TPM). Síndrome pré-menstrual é cíclica e vem com muitos sintomas desconfortáveis, incluindo, inchaço doloroso das mamas, retenção de líquido, cólicas, dor de cabeça, tontura, pensamento nebuloso, irritabilidade e depressão.
 
A doença fibrocística da mama é um tumor benigno da mama e muitas vezes se torna doloroso e inchado com o início da menstruação.
 
Estes estudos indicam que as mulheres que receberam 600 mg de vitamina E por dia tiveram uma redução nos sintomas gerais da TPM, particularmente a doença fibrocística da mama. Parece que a vitamina E normaliza os níveis hormonais em pacientes com TPM e ETA.
Vitamina E ajuda na fertilidade? Sim, saiba como aqui!
 
A vitamina E aumenta as taxa de sucesso para fertilização in vitro
 
Em outro estudo, foi demonstrado que os homens que se prepararam com vitamina E antes do tratamento de FIV, com seus parceiros, tiveram um aumento na taxa de fertilização de 19% para 29%.
 
A vitamina E Ajuda na prevenção de aborto
 
A vitamina E, em quantidades de até 600 mg por dia (use apenas 50 mg se você tem pressão alta, doença cardíaca ou diabetes), demonstrou ajudar a prevenir aborto espontâneo em mulheres com histórico de abortos recorrentes.
 
Ajuda um saco amniótico saudável na gravidez

 Suplementação de vitamina E  ajuda a prevenir a ruptura prematura das membranas (saco amniótico) na gravidez.  A vitamina E ainda pode aumentar a qualidade do saco amniótico.

Vitamina E ajuda na fertilidade? Sim, saiba como aqui!
 
Suplementação de vitamina E
 
Em primeiro lugar, a vitamina E deve ser consumida pela ingestão de uma dieta rica em uma variedade de diferentes alimentos integrais.
 
Alimentos que são ricos em vitamina E são: óleos vegetais crus, nozes, manteigas de nozes, óleo de farelo de arroz, cevada, algas marinhas, vegetais de folhas verdes, aspargos, abacate, frutas e tomates.
 
Como você aprendeu antes, a vitamina E ajuda na fertilidade porque é um antioxidante. Antioxidantes ajudam a proteger o corpo dos danos causados pelos radicais livres.
 
Antioxidantes neutralizam os radicais livres, impedindo que mais danos aconteçam dessa forma ela acaba protegendo a saúde das células, mas o corpo precisa de uma variedade de antioxidantes para fazer isso.
 
Os antioxidantes trabalham para parar os radicais livres, engolfando-os e, em seguida, fundindo-se em sua estrutura molecular. Os antioxidantes dependem de outros antioxidantes “irmãos” para revivê-los, para que possam continuar impedindo que os radicais livres se espalhem e danifiquem as células. CoQ10, vitamina C e ácido lipóico revivem a vitamina E.
 
Para ter certeza de que você está recebendo uma grande variedade de antioxidantes, sugerimos que você complete com um suplemento antioxidante completo para proteger a saúde celular.
 
Há uma variedade de formas diferentes de vitamina E. Se você optar por suplementar com vitamina E, certifique-se de estar recebendo através de alimentos integrais; e escolha fontes naturais, nunca sintéticas.
  • Formas Naturais
  • d-alfa-tocoferol
  • acetato de d-alfa-tocoferil
  • Formas Sintéticas de succinato de d-alfa-tocoferilo
  • dl-alfa-tocoferol
  • acetato de dl-alfa-tocoferil
  • succinato de dl-alfa-tocoferilo

Existem vários outros tocoferóis naturais que demonstram a atividade da vitamina E e exercem atividade antioxidante, são eles: d-beta, d-gama, d-delta e um grupo de compostos relacionados conhecidos como tocotrienóis. Estes não são tão fortes quanto d-alfa, mas ainda são benéficos.
 
Sugestão de uso diário: 500mg por dia de tocoferóis e tocotrienóis mistos, além de uma dieta rica em vitamina E.
Compartilhar este conteúdo:

 

O Healthcare é um portal informativo para tentantes que buscam
orientações e conselhos para alcançar a maternidade.
Nosso blog proporciona conhecimento abrangente e objetivo para
tentantes trilharem um caminho a partir de exemplos e relatos de
mulheres que passaram por situações parecidas.
  • CONTATO@HEALTHCAREANDSAFETY.COM.BR
  • Tel: (21) 2501-7158
  • RUA , Guilherme Veloso 202, Praça Seca, Rio de Janeiro – RJ, CEP 22733-020

Utilidades:  Sobre nós   Contato  Termo de uso  Bibliografia

Política de privacidade  // Todos os © diretos reservados Site: healthcareandsafety.com.br  

Deixe um comentário:

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!